A Câmara Municipal de Ponta Porã realizou na última sexta-feira, 04 de outubro às 19 horas, a audiência pública para tratar sobre o Revalida, exame que consiste na regularização do profissional formado em medicina no exterior, de modo que o mesmo esteja apto a atuar no Brasil.

Com a presença massiva dos estudantes de medicina da fronteira e com o apoio da AMEEX (Associação de Medicina no Exterior), Os estudantes tiveram a oportunidade de usar a tribuna e compartilhar suas experiências e expectativas com os parlamentares.

A principal pauta dos alunos foi o pedido de apoio para a aprovação da MP890/2019 e suas emendas.

O evento foi realizado no plenário Isaac Borges Capilé, na Avenida Brasil, nº3470, e contou com a presença de diversas autoridades políticas e civis do Mato Grosso do Sul.

Os deputados federais, Beto Pereira (PSDB), Luiz Ovando (PSL) e Vander Loubet (PT) estiveram presentes.

A audiência pública foi proposta pelo presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, vereador Candinho Gabínio, que vem se destacando pelo diálogo com os acadêmicos de medicina que estudam em Pedro Juan Caballero-PY e residem em Ponta Porã.

“Esta audiência é uma oportunidade para o acadêmico expor aos nossos deputados federais todas as suas demandas e principalmente debater o assunto Revalida, que é a porta de entrada para os acadêmicos atuarem no Brasil mesmo formado no exterior. Sabemos que este é um assunto tratado dentro da esfera federal, mas acreditamos que daremos um grande passo com esta audiência, principalmente devido ao alto número de alunos que estudam no Paraguai e residem em Ponta Porã”, destacou o vereador Candinho Gabínio.

O evento vem de encontro com a Emenda Aditiva à Medida Provisória nº890/2019, que obriga o Governo Federal a realizar o Revalida pelo menos uma vez ao ano, sob pena de sanção. A proposta do deputado federal Beto Pereira visa atender profissionais da área da medicina que se formam no exterior e desejam exercer a profissão de forma regularizada no país.