A presença desses alunos na região geram impacto na economia. Eles movimentam os setores imobiliário, de alimentação e entretenimento.

O governo do Paraguai ainda não definiu quando irá retomar as aulas no país, com prorrogação da quarentena e dúvidas se ainda vão voltar este ano, estudantes brasileiros que moram no Paraguai começaram a voltar para suas cidades. 

Estima-se que mais de 10 mil brasileiros estudem medicina nas universidades de Pedro Juan Caballero. A presença desses alunos na região geram impacto na economia de Ponta Porã. Eles movimentam principalmente os setores imobiliário, de alimentação e entretenimento que agora podem perder uma grande fonte de renda. 

O presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, disse em algumas entrevistas para a imprensa que as aulas devem voltar apenas em setembro. Mas essa previsão pode mudar a qualquer momento, devido as medidas de flexibilização que o país vem adotando.